O horror da guerra não é tão grande aqui: ainda bem

 

Toy Soldiers: Cold War, o segundo jogo da série, puxa uma nostalgia que parece mais adequada à geração que cresceu jogando videogame. No lugar dos soldadinhos de chumbo, veículos e dioramas da Primeira Guerra Mundial apresentados em seu antecessor, desta vez o tema é a Guerra Fria. Até mesmo a arte do título tem um visual que lembra Comandos em Ação, com heróis que remetem ao Rambo e Ivan Drago (no caso, EUA e União Soviética).

Eis aí minha primeira análise para o TechTudo: mandando ainda melhor que seu antecessor, Toy Soldiers: Cold War é pra quem cresceu nos anos 80 e gostava de Comandos em Ação. Leia a análise completa!