Arquivo para September, 2011

LG Live Cinema 3D Game: Entre no campeonato e concorra a prêmios (aqui no blog também!)

0
Esta TV 3D é apenas um dos prêmios do campeonato

Esta TV 3D é apenas um dos prêmios do campeonato

Se você quer mostrar ao mundo que é um fuzileiro espacial digno de fazer parte do esquadrão do Marcus Fenix, a reencarnação do Garrincha (ou seu craque favorito do gramado) ou um discípulo do Sub-Zero e alegria do Lin Kuei, sua chance está chegando. Vem aí o LG Live Cinema 3D Game, o primeiro campeonato de games inteiramente em 3D no Brasil. Continue lendo e você saberá como pode concorrer ao Kinect aqui no blog!

Você se garante em Gears of War 3, FIFA 11 e Mortal Kombat e tem o necessário pra deixar seus rivais comendo poeira? Se você mora ou pode se deslocar com facilidade pro Rio de Janeiro ou São Paulo, se inscrever neste evento é uma grande pedida. As rodadas acontecerão entre os dias 11 e 23 de outubro, e a grande final acontecerá em São Paulo. Vale notar que as inscrições para a fase carioca valem até dia 10 de outubro, e as da fase paulistana vão até 19 de outubro. Você pode ver mais detalhes no regulamento oficial.

Os jogadores concorrem a vários prêmios, como televisores 3D, kits do Xbox 360 com quatro jogos (Forza Motorsport 4, Kinect Sports Season 2, The Gunstringer + Fruit Ninja Kinect e Dance Central 2), celulares Optimus One… e dinheiro, é claro! 🙂 Para ver a lista completa de jogos e prêmios do campeonato, é só visitar o site oficial.

Xbox 360 com Kinect e cinco jogos estão entre os prêmios dos campeões

Xbox 360 com Kinect e cinco jogos estão entre os prêmios dos campeões

Curtiu a ideia? Os brindes não acabaram… a LG lançou a Batalha dos Blogueiros, e se você curte este blog, eis aí a chance de ajudar a mim e a um leitor sortudo (você, talvez?). O blog que garantir mais inscrições para o campeonato ganhará um monitor 3D. Eu quero um monitor 3D e me comprometo a analisá-lo para fins de jogatina aqui no blog.

“Mas e os leitores? Não ganham nada? Seu patife!”, você pergunta. Calma! É claro que você não será esquecido! A LG gentilmente cederá um Microsoft Kinect para sortear entre todos os leitores do blog. É isso aí: se o blog do Jigu ganhar, os leitores ainda podem concorrer a este novo e incrível controle para o Xbox 360, que tem jogos no Brasil a preços bem convidativos.

Você quer um Kinect e vai se inscrever, certo? Então não deixe de citar que o blog do Jigu te indicou no formulário. Então mãos à obra, soldados / futebolistas / lutadores!

Você quer ser o controle, né? Então já sabe...

Que vença o melhor, e boa sorte a todos!

Semana boa pros durangos: Zelda, Broken Sword e City of Heroes grátis

2
Um Link só? Acho pouco. Chame mais três

Um Link só? Acho pouco. Chame mais três

Esta é uma semana incrível para quem está sem grana no fim de mês. Para quem tem o Nintendo DSi ou 3DS, foi disponibilizado – um dia antes da atualização semanal de conteúdo – The Legend of Zelda: Four Swords Anniversary Edition, remake do divertido multiplayer. Além de jogar via wireless desta vez, esta versão tem novas fases e campanha singleplayer. Para baixar, é só visitar o DSi Shop / eShop.

O que um americano faz em Paris? Se enrola com templários

O que um americano faz em Paris? Se enrola com templários

Para quem joga no PC, a Good Old Games comemora os 6 milhões de downloads com um presente para seus usuários: a versão do diretor de Broken Sword: Shadow of the Templars, um adventure da Revolution Software repleto de mistérios e conspirações. Vale lembrar que esta edição oferecida no GOG tem material exclusivo! Se você curte o gênero, vale o download.

Você pode ser um herói único (como qualquer outro)

Você pode ser um herói único (como qualquer outro)

Já os fãs de RPGs online e super-heróis dos quadrinhos com a carteira mais leve curtirão saber que a NCsoft anunciou City of Heroes: Freedom, versão free-to-play daquele MMO. Claro, neste aqui ainda tem o lance de micropagamentos e mensalidades para quem preferir algumas vantagens, como campanhas exclusivas… Mas ainda assim, o que você está esperando? É grátis!

Jigu também participa da despedida do Gamer.BR

0
Momentos como este, só jogando no Brasil mesmo...

Momentos como este, só jogando no Brasil mesmo...

Um dos lances frequentemente mencionados por pessoas que estiveram à beira da morte é a da sensação de ver suas vidas inteiras passando em frente aos olhos como um flash, um filme, e por aí vai. Enquanto não faço a menor questão de descobrir se isso é verdade ou não, me pego imaginando como seria isso se eu pudesse meter um filtro de categoria sobre os momentos ligados ao videogame. E sendo eu brasileiro, talvez isso sirva como reflexão de como as coisas desta indústria mudaram por aqui desde que me entendo por gente.

Pablo Miyazawa, editor da Rolling Stone Brasil e brother supremo, está dando uma despedida em grande estilo ao Gamer.BR, já que este é o último mês de seu blog no iG após cinco anos de parceria. Vários convidados da indústria e mídia dedicada à nossa atividade favorita – antes que você pense em sacanagem, é claro que estou falando de videogames – foram convidados a escreverem um texto sobre o tema “Brasil dos Games“.

É com enorme prazer que eu também aceitei o convite de Miyazawa-sama – e óbvio que eu tinha que armar uma das minhas e trocar para “dos gamers”, mas deixa quieto. Enfim, preferi dar um relato um pouco mais pessoal quanto a como foi a vida de um entusiasta de games no país até agora – de simples fã a alguém que trabalha com isto anos depois.

Clique aqui para ler na íntegra, e não deixe de acompanhar esta série de artigos que vai até o fim deste mês.

Organ Trail: um software educativo contra a ameaça zumbi

0
"Aprenda a sobreviver ao apocalipse zumbi brincando!"

"Aprenda a sobreviver ao apocalipse zumbi brincando!"

Por muito tempo, um jogo esteve instalado nos computadores dos colégios norte-americanos – e sem que os professores torcessem o nariz: The Oregon Trail. De fins educativos, este jogo – que teve uma variedade de versões novas até hoje – mostra a vida de uma família de pioneiros atravessando os Estados Unidos em uma diligência no século XIX.

O jogo tem elementos de gerenciamento de recursos e pessoal, como controlar a quantidade de comida (e caçar animais selvagens quando necessário) e tomar conta da saúde de seus familiares. É um dos poucos jogos – se não o mais popular – no qual é possível morrer por disenteria, o que já virou uma piada por si só.

Aí vem o estúdio independente The Men Who Wear Many Hats e lança Organ Trail, uma paródia do jogo acima – inclusive dizendo que o jogo foi feito com o mesmo objetivo de ser um jogo educativo – que põe o jogador para atravessar os EUA após uma epidemia que transformou grande parte da população em zumbis.

As decisões caberão a você: quanto combustível você precisa pro carro? E kits de primeiros socorros? Comida enlatada? Munição? Será que alguém do grupo deverá ser deixado para trás – leia-se “morto” – para que os demais cheguem com sucesso ao outro lado do país? Quem disse que o mundo é um lugar justo?

(Ah, e também tem uma versão para Facebook.)

Orcs Must Die! ganha trailer interativo no estilo “livro-jogo”

1
"Só por cima do meu cadáver!"

"Só por cima do meu cadáver!"

Ok, isso é maneiro demais para deixar passar. O estúdio Robot Entertainment – formado por veteranos da extinta Ensemble – usou uma maneira muito bacana para promover sua primeira grande produção, Orcs Must Die!

Vá lá, não é a primeira vez que vejo alguém usar o recurso de links na janela do YouTube apontando para caminhos diferentes – como nos livros-jogos de outrora, tipo A Cidadela do Caos e O Feiticeiro da Montanha de Fogo… “para lutar, vá para a página 25; para fugir, vá para a página 40” – mas o deste jogo deve ter dado um trabaaaaalho… Olho no lance (e deixe as anotações do YouTube ligadas!)

Para quem ainda não conhece, Orcs Must Die! – previsto para outubro no PC e Xbox Live Arcade – mistura ação e tower defense. O jogador controla um herói que deve impedir a invasão pelos orcs, tanto ao preparar defesas no meio do caminho quanto partindo direto para o campo de batalha.

O lance é que este vídeo sempre tem uma opção no final – e se você prestar bastante atenção, verá que os desdobramentos têm a ver com suas escolhas anteriores, formando nada menos do que 30 caminhos diferentes. Taí: é o fator replay aplicado a vídeos na internet, quem diria. 🙂 Se quiser começar do zero, é só visitar a página inicial do trailer-jogo no YouTube.

[Atualização, 16/09, 10h41] E o que era bom ficou melhor: Patrick Hudson, da Robot, me confirmou por email que o jogo foi completamente localizado em português do Brasil. Mais um ponto pra gente, galera! Thanks for the support, Robot Entertainment!

Winnitron: rede indie de arcade tem dever moral de chegar ao Brasil

0
Winnitron 1000: em breve no Brasil?

Winnitron 1000: em breve no Brasil?

Acho que não é novidade para nenhum leitor sério deste blog o meu apreço por jogos independentes. Claro, estou amarradaço jogando os títulos do “esquemão” – se as caixas vazias na mesa servem de referência, as bolas da vez são Nier, L.A. Noire, Epic Mickey e The Legend of Zelda: Ocarina of Time 3D… sem contar o Deus Ex: Human Revolution no PC – mas é claro que curto as produções indies.

Outro dia estava lembrando do quanto me diverti na GDC 2011 jogando Nidhogg – um jogo de esgrima, pancadaria e plataforma para dois jogadores em modo versus… e que agora há pouco soube que teve participação do Andy Serkis – e como eu queria jogá-lo de novo… mas ainda não foi lançado para o grande público. Exceto, é claro, aqueles que tiverem acesso ao Winnitron.

“E o que diabos é o Winnitron?”, você pergunta. Veja o vídeo abaixo e continue lendo:

(more…)

Super Mario Ceremony: Mashup épico celebra 30 anos do bigodudo

0

 

Trinta anos, mas com um corpinho de... vinte?

Trinta anos, mas com um corpinho de.... vinte?

É isso: uma montagem de nada menos que dezoito minutos – que vai da calmaria à mais acentuada psicodelia – do encanador mais famoso dos videogames e seus asseclas em uma pá de jogos. E aí, quantos deles você jogou?

Que trabalho para montar isso e selecionar a trilha sonora, hein… Saiba mais da produção (com a ajuda da tradução do Google – se você não souber japonês, é claro) no wiki comemorativo dos 30 anos de Mario.

O que está acontecendo com o Jigu, hein?

4

Space Invader em SP

Aproveitando o finalzinho deste domingo em São Paulo – vim acompanhar minha namorada em um curso e também para visitar meus amigos – ando pensando que este blog aqui andou meio devagar estes dias.

Dependendo do ponto de vista, isto pode ser um bom ou mau sinal, mas por via das dúvidas me parece bom esclarecer a quem vem ao blog o que está rolando por aqui.

Enquanto não pinta aqueeeela oportunidade de emprego bacana, sigo explorando o fantástico mundo do trabalho freelance. No momento, estou envolvido em três projetos ligados a games:

  • o primeiro deles, de um cliente externo que conheço bem, é na área de roteiro para uma iniciativa bem animal;
  • o segundo é um projeto próprio em parceria com a Primeira Base envolvendo a produção de vídeo;
  • o terceiro tem a ver com a área pela qual você provavelmente me conhece: resenhas de jogos.

Infelizmente, ainda não posso revelar detalhes específicos dos dois primeiros – mas tenha certeza de que assim que eu puder falar deles mais a fundo, vocês saberão por aqui.

Quanto ao terceiro, posso dizer com segurança que o material já está praticamente pronto, só faltando a resolução de algumas formalidades para que estes sejam publicados. Novamente: assim que o primeiro for ao ar, aviso aqui.

No mais, fique de olho neste espaço. Pela atenção, muito obrigado. 😉

Uncharted 3: drama da dublagem brasileira bate às portas da Naughty Dog

4
Uncharted 3

Nathan, em um quase-facepalm, pergunta o que fizeram de sua voz

Fico muito feliz ao saber que as produtoras de games têm se esforçado para oferecer seus jogos em português do Brasil. Do ano passado pra este, tivemos títulos como StarCraft II: Wings of Liberty, Mortal Kombat, Killzone 2 e inFamous 2 totalmente adaptados ao nosso idioma. Sem contar outros anúncios para o futuro, como o de World of Warcraft e suas expansões e a Nintendo à procura de profissionais de localização (o sistema do 3DS já inclui o nosso português…). Isto é, nada de expressões dos nossos irmãos d’além-mar.

O mais recente anúncio de jogo a receber tal tratamento foi Uncharted 3: Drake’s Deception, da série de ação para o PlayStation 3. O trailer apresentado no blog oficial do PlayStation no Brasil dividiu opiniões: houve quem achasse a voz desanimada e inadequada aos personagens, quem reclamasse da mixagem do áudio, e até mesmo quem não ligasse muito. Eis que a Laura, do Pink Vader, publicou um vídeo que foi dispensado pela Naughty Dog, e a impressão geral foi de um trabalho mais convincente do que o tal “estúdio de Miami” que dubla filmes da TNT e outras paradas menos amigáveis.

Caso você ainda não tenha visto os vídeos, veja-os abaixo (e saiba como reclamar sobre isto):

(more…)

Ir para o topo