Sem Medo do Futuro

Transição de Gerações

As transições entre gerações de videogames costumam ser um verdadeiro tormento para os fãs. Claro que todos ficam naquela curiosidade de ver os recursos dos novos consoles e os jogos que os acompanha. Mas, à medida que o lançamento se aproxima, uma série de perguntas pipoca na cabeça e começamos a botar na balança vários fatores: os games de lançamento estão valendo a pena? Será que a primeira leva de consoles vai dar algum problema técnico? Lembrando dos preços salgados das importadoras, será que vale a pena esperar cair o preço – ou ao menos pintar uma promoção ou condição mais agradável?

Mas nem só de dúvidas negativas se constitui esse dilema. Do outro lado da moeda, as gerações mais recentes de consoles têm oferecido algumas funcionalidades que reforçam a idéia de uma adoção adiantada, como a retrocompatibilidade (potencialmente anulando a questão “joguei tudo o que interessava da outra geração?”). Isso serve tanto para o entusiasta de determinado sistema como para aqueles que não tiveram um dos consoles, mas se interessam por seu sucessor direto. Por que não aproveitar a viagem e conferir os games mais antigos, que certamente estarão bem mais baratos do que na época de lançamento?

No final, o que mais vale para decidir a compra é equacionar esses fatores. Independentemente de jogos para o novo sistema ou não, material para jogar certamente não vai faltar. Pense nestes fatores, pegue a calculadora, pesquise as possibilidades e compre conscientemente.

EGM #62, Março de 2006

EGM Brasil #62, Março de 2006

  • You may use these HTML tags: <a> <abbr> <acronym> <b> <blockquote> <cite> <code> <del> <em> <i> <q> <s> <strike> <strong>

  • Comment Feed for this Post
Ir para o topo