Jigu? Quem?

Pedro Giglio, também chamado por aí de Jigu, é jornalista de games desde 2002. No entanto, muito antes disso já era fã de jogos eletrônicos. Em junho de 2012, começou na Riot Games como coordenador de conteúdo web, preparando o terreno para o lançamento nacional de League of Legends.

De 2011 para 2012, foi consultor de game design para o projeto secreto e incrível da Bonera, uma startup carioca. Entre 2010 e 2011, escreveu para o Arena Turbo, o canal de games do iG, produzindo resenhas, prévias, entrevistas e cobrindo eventos, como a Game Developer Conference 2011.

Por boa parte de 2010, foi repórter da Revista Digital – suplemento semanal de informática do jornal O Globo, transformado em novembro de 2010 na Digital & Mídia, página diária na editoria de Economia – fazendo a cobertura online de notícias e escrevendo matérias (tanto para o site quanto para o impresso) não somente de  jogos eletrônicos – felizmente, pôde cobrir a edição 2010 da BlizzCon -, como também de internet, mobilidade, cultura digital e muito mais.

Escreveu para o site FinalBoss entre 2004 e 2010, onde produziu análises, prévias e notas, além de entrevistas com nomes como Ron Gilbert e Al Lowe, pioneiros do gênero adventure, e Tommy Tallarico e Jack Wall, idealizadores da Video Games Live. Também teve passagem pelos programas para TV via web do site, na equipe de elaboração das pautas, e ainda monitorava a comunidade virtual do site.

Antes disto, Jigu ainda publicou artigos e entrevistas em outros veículos conhecidos, como a revista Play (e sua representante online, a EntretenimentoEletronico), além de trabalhar na 2PG, uma grande e premiada agência de desenvolvimento de websites corporativos – e pensar que até mesmo o Leão de Cannes passou por sua mão… Um dos projetos em que esteve envolvido à época era o site de um filme baseado em um jogo de videogame. Seria um presságio?

Perfil de Pedro Giglio no LinkedIn

Ir para o topo